Estas foram as flores, entre outras, que embelezaram a minha caminhada de hoje!

Comecei por Algés e fui acabar em Belém.

Pelo caminho, como não podia deixar de ser, partilhei a minha caminhada com estas belezas que o Inverno colocou no meu caminho.

Elas são as minhas Flores de Inverno que me acompanham sempre e me dão vida e, por isso, eu lhes chamei de "Flores da Vida"!

 

 

Flor da Borraggem

 

 

Flor da verbena

 

 

Flor que não assisti ao seu batismo, mas é linda

 

 

Flor das olaias

 

 

Flores das ericas (carrascas)

 

 

Flor da corcuma

 

Eu tenho procurado um livro que me identifique as flores que não conheço, mas como não encontro nada de interessante, nada daquilo que me convém, continuo a caminhar entre elas como entre as pessoas de quem não sei o nome.

 

Encontrar livros que me falam de nomes, cuja cara não vejo, tal como as certidões de nascimento, não me dão nenhum gozo.

Também já encontrei livros que me falam de flores, mas cujo bilhete de identidade apresenta fotografias indecifráveis. Por isso, tenho-me limitado a dizer, falando com elas: "olá, florzinha linda"!

Em todo o mundo há flores lindas, como as minhas Flores de Inverno ou Flores da Vida mas, não ofuscam as flores das minhas Montanhas Lindas

sinto-me:
música: Streets of Philadelphia de Bruce Springsteen
publicado por Ventor às 23:21