Hoje, na serra da Mira, além de assistir a uma bela sinfonia dos meus amigos alados, assisti também à beleza das flores curvadas, numa vénia, à minha passagem. Eu e as flores respeitámo-nos mutuamente. Sabemos que o mundo se torna pequeno para todos e uns e outros iremos ficando pelo caminho, deixando para trás um mundo esventrado da sua beleza natural. É o que está a acontecer em todas as nossas serras e mais ainda, posso dize-lo, avassaladoramente, na serra da Mira.
Mas não vale a pena chorarmos. Estou aqui para fazer desfilar as minhas belas Flores de Inverno.

Mar,16 006.jpg

Esta, logo à entrada, foi a primeira a dize-me, olá! É uma velha companheira de caminhada.

Mar,16 008.jpg

Depois foi esta, também, já minha companheira de grandes caminhadas.

Mar,16 017.jpg

Estas amigas, já velhas esquecidas.

Mar,16 021.jpg

Esta sempre velha amiga, valorizada pela sua solidão no meio da serra.

Mar,16 029.jpg

Aqui, nas fraldas da velha serra, à falta de flores e onde se nota já a intervenção da nossa espécie, pousou esta bela borboleta. Disse-me, que como não havia flores ali, se propôs ser ela a enfeitar-me o caminho.

Mar,16 057.jpg

Agora para mudar, estas belas flores rosa, uma maravilha da natureza.

Mar,16 066.jpg

Continuando na mudança, esta outra beleza a debater-se com sede.

Mar,16 104.jpg

Sobre um monte de pedras, como cantava o Morandi, pode nascer uma flor. Aqui nasceram duas.

Mar,16 037.jpg

Estas curvam-se à minha passagem gritando por água. Poderia ser um belo chão amarelo, mas não, vê-se que é um chão triste!

Mar,16 038.jpg

Mas reparem como elas são lindas!

Mar,16 044.jpg

Esta também é encantadora e não se vê muito.

Mar,16 055.jpg

Agora, os lírios. O meu amigo Apolo costuma vestir robes assim, mas, este ano, estamos mal. Estes, com um pouco de sorte, ainda irão crescer ...

Mar,16 069.jpg

... e ficar assim, como este irmão mais velho.

Mar,16 185.jpg

Mas ali, sob o olhar das águias, a flor predominante é o tojo que nos oferece, à vista, este belo espaço amarelo e, a quem poder assistir, uma bela sinfonia de sons mágicos, neste grande salão ao ar livre.

Em todo o mundo há flores lindas, como as minhas Flores de Inverno ou Flores da Vida mas, não ofuscam as flores das minhas Montanhas Lindas

publicado por Ventor às 21:19