O Quico não mente. Ele disse, nas Arrelias de um Planeta Vivo, que eu fui aos lírios e é verdade! Mas não fui aos jardins das Câmaras, a outros jardins públicos ou qualquer jardim particular. Fui ao monte! Gosto de ver os lírios nos montes, selvagens como eu, ou quase.

Não tenho nada contra jardins públicos ou outros, mas nem sempre se pode caminhar em montes selvagens, lado a lado, com os lírios. Por isso hoje eles têm a primazia aqui, ao lado das minhas Flores de Inverno ou, se preferirem, no meu jardim. Qualquer um pode espreitar por esta janela, o meu jardim!

Sabem que eu gosto de estar aqui sentado, a ler um livro, a ouvir música a gatafunhar qualquer coisa e, de repente, apetece-me ver flores!  Abro a janela e eis-me a caminhar no meio delas! A maioria delas nem sei o nome, mas tenho a certeza de uma coisa, gosto de as olhar!

De repente, chateio-me de as olhar e não as tocar e ala que se faz tarde. Vou tocá-las. Dá-me na gana e vou olhá-las ao natural. As fotos podem não ser o ideal, mas servem para eu recordar que, no meio de tanta porcaria, ainda há flores neste mundo!

Por isso e, para variar, com a ajuda do meu amigo NetSapinho, hoje deixo-vos aqui uma amostra de lírios selvagens. Claro que onde eles moram há mais flores, mas desta vez gastei a vista nos lírios. Ei-los!

Vá! Metam os pés nuns ténis ou nuns sapatos adequados e vão à procura dos lírios. Se não podem, espreitem por aqui!

Como podem ver este lírio está muito mal acompanhado, mas como sempre digo, devemos deixar correr as águas para Mombaça!

Digam lá que não são uma beleza!

Em todo o mundo há flores lindas, como as minhas Flores de Inverno ou Flores da Vida mas, não ofuscam as flores das minhas Montanhas Lindas

tags:
publicado por Ventor às 23:01