Pela margem sul do Tejo, ali pela serra oposta à minha sempre presente serra de Sintra, a serra da Arrábida, encontrei algumas flores pelos poucos sítios onde se pode parar, e eu, tenho sempre de parar onde houver belas flores, arranjei algumas para o meu Jardim.

flor-am.jpg

Uma linda flor amarela

Também existem estas belas flores rosas sempre prontas a cumprimentar quem passa! Fiquei admirado quando ouvi: "olá Ventor, não nos ligas"? Parecia de facto que não ligava, porque eu sou um belíssimo apreciador de paisagens e a serra da arrábida como bem sabem, é uma bela mina onde as paisagens são os seus diamantes!

flor-rosa.jpg

Tenho de me dedicar à botânica para melhor apreciar estas preciosidades!

Mas como o meu encanto é o azul, não podia lá deixar esta. Tive de a trazer para embelezar o meu Jardim! Fica lindo o azul emblemático no meio de ervas verdes e torna-se ainda mais lindo quando penetra na minha retina!

flor azul.jpg

Flores azúis em bicos de pés a observar o mar

Mas também onde há azul há branco, nem que sejam as nuvens que passam. Mas aqui não. Este branco é muito especial e com inveja das azulinhas também espreitava o mar e o melhor de tudo é que todas elas me deram os branços para espreitarmos o mar juntos!

flor-branca.jpg

Flores brancas na sera da Arrábida

Mas eu nunca sei onde começo e venho a acabar. Vim a correr para, junto dest lírio, na serra da Mira, assistir à partida do meu amigo Apolo sobre Sintra! Ele lá vai todo vermelho, até parecia furioso comigo, mas não. Limitamo-nos a desejar uma boa noite mútua e marcar encontro para o dia seguinte.

lirio.jpg

Lírio na serra da Mira

Ele lá vai, todo sorridente a cantarolar uma canção especial com que tenta adormecer Atlante e beber mais um copo com Neptuno!

por-solsintra.jpg

Pôr-de-sol sobre a serra de Sintra, visto da serra da Mira

Em todo o mundo há flores lindas, como as minhas Flores de Inverno ou Flores da Vida mas, não ofuscam as flores das minhas Montanhas Lindas

publicado por Ventor às 23:39